Marcos Gadelho

Arquiteto e urbanista. Iniciou trajetória na gestão pública no governo Franco Montoro, quando presidiu a Fundação Faria Lima (Cepam) entre 1983 e 1988, e foi responsável pela implantação do conceito de participação e descentralização de políticas públicas, desenvolvimento de Planos Diretores para municípios e criação do primeiro Projeto de Regularização Fundiária e Urbanística. Como presidente do Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat), de 1991 a 1993, atuou na homologação do tombamento do Parque do Ibirapuera. Esteve à frente da Subprefeitura da Casa Verde/Limão e Cachoeirinha entre 2005 e 2009. Foi pró-reitor da Universidade de Guarulhos, de 1997 a 2002, e presidente da Proguarulhos AS, entre 1993 e 1996.

Compartilhe esse conteúdo
Leave a Comment

Detalhes